Além da sétima arte, a moda também foi uma das preocupações do diretor Alfred Hitchcock. Basta notar: filmes como Psicose, Janela Indiscreta e Disque M para matar registraram figurinos que influenciam as grifes até os dias atuais.

A gente ama abordar assuntos que relacionam o fashionismo com outros aspectos culturais. Por isso, elaboramos este post para que você também se sinta inspirada com a presença da moda nos filmes de Hitchcock.

E então, animada? Aproveite a leitura e conheça 4 fatos fashions sobre as obras do diretor!

1. A parceria com Christian Dior

A II Guerra Mundial influenciou significativamente o modo como as mulheres se vestiam. Devido às condições econômicas, muitas passaram a usar roupas mais simples e andróginas (por vezes, com cortes masculinizados).

Assim, a fase pós-guerra foi marcada por uma exaltação ao corpo feminino, e isso é retratado nos filmes de Hitchcock por volta dos anos 30. Uma parceria com Christian Dior começou, então, a ser estabelecida nessa época.

O estilista francês sempre foi fascinado com o mundo da arte, e o desenvolvimento da sua estética new look contribuiu para a sinergia entre os artistas.

Desse modo, ele criou diversas peças especialmente pensadas para estrelas de Hollywood (como Grace Kelly) que se tornaram ícones dentro e fora dos estúdios.

2. A importância de Edith Head

Não foi somente com Dior que Hitchcock marcou a história fashion. A figurinista de Hollywood Edith Head foi a responsável pelo guarda-roupa de vários filmes e documentários hitchcockianos.

Ela ganhou 8 estatuetas do Oscar enquanto figurinista e compartilhou com o diretor a paixão em associar moda e cinema. Looks sedutores e intrigantes marcaram os longas e foram desenvolvidos de acordo com a personalidade de cada ator e atriz.

3. As coleções de grandes grifes

Diante da preocupação de Hitchcock em alinhar o figurino dos seus personagens ao estilo da época em que foram criados, não é de espantar que até hoje o seu trabalho repercute nos desfiles das principais grifes.

A marca Tufi Duek apresentou uma coleção no São Paulo Fashion Week em 2013 com o tema do filme Os Pássaros. E até a Chanel se rendeu à arte do produtor: em 2012, uma tríade de esmaltes foi lançada para homenagear os filmes de Hitchcock, e as cores incríveis fizeram muito sucesso nas mãos das fashionistas.

4. A exposição de arte em São Paulo

Foto: JF Diorio/Estadão.

Já que estamos falando de moda nos filmes de Hitchcock, que tal conhecer mais de perto a genialidade do artista? Está rolando uma exposição que fica em cartaz até 21 de outubro no Museu de Imagem e Som (MIS) em São Paulo.

A exibição reúne croquis, storyboards, manuscritos, salas interativas e materiais audiovisuais que fazem com que os visitantes se sintam em Hollywood.

Viu só como é interessante a relação entre o cinema e a moda nos filmes de Hitchcock? Afinal, todos esses aspectos influenciam a maneira como enxergamos o universo fashion atualmente.

Gostou do texto, girl? Então compartilhe este post nas suas redes sociais e converse com as suas amigas sobre o assunto!

Autor

Escreva um comentário