Senta, respira fundo e se concentra porque este post está imperdível! Resolvemos passear pelo universo da arte inserido na moda e preparamos um conteúdo sobre o gênio e ícone mundial dos anos 80 Jean-Michel Basquiat e a moda que ele influenciou.

Nós somos fãs da expressão artística e comportamental do nova-iorquino, que teve suas origens no subúrbio e impactou significativamente o streetwear, combinando genialmente esse estilo com uma pegada clássica.

Basquiat e a moda se complementam e dão origem a um trabalho intenso, colorido e vibrante que, mesmo após sua morte, ainda influencia as passarelas de hoje. Há quem diga que ele seria um excelente influencer nas redes sociais de hoje! 🙂

Ficou curiosa? Então continue conosco e se apaixone também pela história de vida, referências e inspirações do artista!

Surgimento do estilo streetwear

T2682

Quem não ama se vestir (ou pelo menos admirar) o estilo streetwear? É fato que a montagem dos looks requer certa irreverência, mas basta pensar um pouquinho fora da caixa para combinar peças, calçados e acessórios que reúnem conforto, casualidade e muita versatilidade.

Basquiat é considerado o pioneiro da moda streetwear por muitos estilistas de responsa. E não é para menos: ele circulava no meio artístico dos anos 80 ao lado de experts e adeptos do neoexpressionismo, modalidade artística que resgatou os sentimentos registrados pela arte.

Ele começou grafitando as ruas de Nova York, produzindo desenhos e pinturas, até que a moda se inseriu em sua trajetória. Macacões e camisetas começaram a ser pintados pelas suas mãos criativas e boutiques famosas se interessaram pela sua estética.

O guarda-roupa irreverente

T2722

A impressão que temos quando analisamos o artista é a que Basquiat e a moda se contestavam pacificamente. Complexo, não é mesmo? Mas tudo se torna claro quando observamos seu estilo irreverente – principalmente para a época em questão.

Ele se sentia confortável vestindo qualquer peça de roupa e parece que fazia questão de transmitir isso. Usando e abusando de peças oversized, Basquiat brincava combinando suéteres antigos e gigantes, jaquetas de couro e camisas xadrez com calças justas de alfaiataria e peças do estilo grunge ou étnico.

Sabe aquelas roupas boring do seu armário que você olha e não vê muita graça? Certamente o artista saberia dar uma segunda chance e compor outfits inusitados com simples toques de elegância.

Nesse ponto vale destacar uma de suas características mais fortes: o guarda-roupa recheado de “highs” e “lows”. Isso significa que ele tinha a habilidade singular de desfilar com o conjunto impecável de blazer, camisa e gravata combinado com uma calça pintada por ele mesmo e sapatos boneca para dar o toque final.

Participação em desfiles e lançamentos de tendências

Como você já deve imaginar, o estilo totalmente visual, radical e inconformado de Basquiat o tornou um artista aclamado. Ele faleceu em 1988, com apenas 27 anos, mas ainda inspira os admiradores da arte, estilistas e grandes marcas até os dias de hoje.

Suas obras são negociadas em leilões por valores altíssimos e configuram uma importante referência para muitos artistas contemporâneos, sempre homenageando o streetwear e suas múltiplas possibilidades.

Viu como o tema Basquiat e a moda é fonte de inspiração para as fashionistas? O gênio da moda nos lembra que sempre há uma saída para aquelas peças e sapatos não tão comuns, mudando toda a perspectiva de um look!

Se você curtiu esse post, não deixe de ler as 3 tendências de moda do estilo da nossa querida diva Kim Kardashian!

Autor

Escreva um comentário